Produto

Linha ES – Laboratório para Ensaios de Estruturas

Linha ES

Laboratório para Ensaios de Estruturas

Product Description

Esta moldura de ensaios foi projetada para suportar todos os experimentos e instrumentações necessárias para realizações dos ensaios em estruturas. Seu sistema é constituído de forma a permitir que os alunos possam manipular os instrumentos de medição e as estruturas em ensaio de forma rápida e segura.

Benefícios

• Suporta os módulos intercambiáveis experimentais e instrumentos da linha de estruturas;
• Estrutura robusta de montagem em bancada;
• Fixações e ranhuras fáceis de usar para que os alunos possam configurar remover ou alterar experiências rapidamente;
• Também ideal para armazenamento dos experimentos;
• Fornecido como kit com instruções de uso; e,
• Inclui livro didático com teoria completa e explicações de diferentes estruturas.

Especificações técnicas

• Dimensões: 880 mm x 850 mm x 610 mm;
• Peso: 12 kg;
• Carga Máxima: 5 kN;
• Acessórios: Chave Allen; e,
• Aplicável em 19 ensaios de estruturas.

STR1a

Mostrador Digital de Força

Este mostrador digital de força é projetado para ser fixado na moldura de ensaio de estrutura STR1, ajudando a manter o ambiente de ensaio de forma organizada. É constituído de uma chave seletora de quatro posições e cada posição corresponde a um sensor medidor de força. Para cada medição de força o mostrador digital ajusta a escala de medição automaticamente. Exibição em tempo real de até quatro forças para uso com o sistema de aquisição de dados STR2000. Trabalha com muitos experimentos da linha de estruturas da Tecquipment.

Especificações técnicas

• Display: cristal líquido;
• Dimensões: 150 mm x 140 mm x 80 mm;
• Peso: 1 kg;
• Escalas (selecionadas automaticamente):
0,0 a 20,0 N (0,1 N resolução); e,
• Aplicável em 15 ensaios de estrutura.

STR2000

Unidade de Aquisição de Dados Automática

A unidade de aquisição de dados STR2000 é um módulo de interface entre os sinais captados dos sensores e o computador no qual está instalado o software de análise e simulação. O STR2000 pode receber entradas de sinais do mostrador digital de força STR1a e possibilita que estes dados sejam salvos e analisados no computador.

O software pode criar tabelas e gráficos e também simular experimentos para que os estudantes possam comparar os resultados obtidos com os resultados reais, além de ter conexão simples com a maioria dos computadores modernos sem necessidade de adicionar placas de circuito extras. Totalmente automático, não precisa de ajustes ou procedimentos complicados de configuração no seu computador.

Especificações técnicas

• Dimensões: 230 mm x 220 mm x 40 mm;
• Peso: 1,5 kg; e,
• Software: Fornecido em CD-ROM.

STR2

Momento Fletor em uma Viga

O sistema consiste de uma viga suportada por um pivô. Os estudantes aplicam cargas e ajustam posições usando suportes que possuem várias massas. Para impedir que a viga entre em colapso, um braço de momento faz a união no corte da viga apoiado sobre uma célula de carga que mede a força do momento fletor gerado. Um mostrador digital de força (STR1A) mostra as forças aplicadas durante os experimentos.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais

Estudos tecnológicos propostos

• Variação do momento fletor no ponto de carregamento;
• Variação do momento fletor fora do ponto de carregamento; e,
• Avaliação dos vários outros casos de carregamento, incluindo cargas através da viga.

STR3

Força de Cisalhamento em uma Viga

O sistema consiste de uma viga suportada por um pivô. Os estudantes aplicam cargas e ajustam as posições dos suportes que possuem várias massas. A viga possui um corte para impedir que a viga entre em colapso, um braço de momento faz a união no corte da viga possibilitando o movimento somente na direção do cisalhamento. Uma célula de carga eletrônica mede a força e está conectada a um mostrador digital de força (STR1A). O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Permite experimentos seguros e práticos em força de cisalhamento em um feixe, os resultados de experimentos realistas e verificáveis. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Variação da força de cisalhamento com um ponto de carregamento crescente;
• Variação da força de cisalhamento para várias condições de carregamento; e,
• Avaliação dos vários outros casos de carregamento e seus efeitos sobre a força de cisalhamento, incluindo cargas através da viga.

STR4

Deflexão de Vigas Apoiadas e em Balanço

O sistema consiste em uma placa de fundo que é fixada ao módulo de ensaio de estruturas STR1. Vigas de ensaio são montadas na placa de fundo e apoiadas com arestas em forma de faca. Os estudantes aplicam cargas em qualquer posição usando suportes que seguram várias massas. Montado sobre um ponto de apoio, um relógio comparador digital mede a deflexão transversal da viga. Escalas na placa de fundo mostram a posição do indicador, das cargas e dos apoios.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Deflexões em vigas e formulação geral da flexão;
• Rotações nas extremidades das vigas; e,
• Módulo de elasticidade (módulo de Young) para vários materiais.

STR5

Flexão em uma Viga

O sistema consiste em uma viga montada em T no módulo de ensaio de estruturas STR1. Os estudantes ajustam uma célula de carga que flexiona a viga e, quando conectada ao mostrador digital de força STR1A mede a força de flexão (carga). Extensômetros e uma ponte de deformação digital medem as deformações na viga.
Extensômetros compensam a variação de temperatura e equilibram as pontes de deformação. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Segundo momento de área;
• Conversão de deformações em tensões;
• Extensômetros; e,
• A equação de flexão.

STR6

Torção de Seções Circulares

O sistema é fixado ao módulo de ensaio de estruturas STR1 cujo objetivo é examinar o comportamento na região elástica de corpos de prova sólidos e de seção tubular.
Duas placas sobre uma placa de fundo suportam o corpo de prova. Um mecanismo em uma das placas aplica torque manualmente no corpo de prova e uma escala angular de um transferidor mede o movimento angular. Uma célula de carga na outra placa mede o torque. O equipamento inclui um cabo para conectar a célula de carga ao mostrador digital de força STR1A. Para variar o comprimento de ensaio de um corpo de prova, uma placa pode se deslocar transversalmente na placa de fundo. Está incluído um transdutor angular eletrônico para uso com a unidade automática de aquisição de dados STR2000.
Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Relação entre o comprimento do corpo de prova, torque e deflexão angular;
• Comportamento dos corpos de prova de materiais e seções diferentes; e,
• Teoria geral da torção, cisalhamento e momento polar de inércia.

STR7

Flexão não Simétrica e Centro de Cisalhamento

O sistema examina a deflexão vertical e horizontal de diferentes seções assimétricas em vários ângulos e cargas.
Duas placas de múltiplas vias suportam verticalmente o corpo de prova de ensaio. Uma placa possui um sistema de indexação para rotacionar a viga em incrementos determinados. Isto altera o ângulo de carregamento. A outra placa e um suporte de massas aplicam uma carga variável. Dois indicadores digitais de deflexão medem a deflexão nas direções x e y. Uma placa intercambiável possibilita aos estudantes encontrar o centro de cisalhamento (ou centro de corte) do corpo de prova.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Deflexão horizontal e vertical de diferentes seções assimétricas em vários ângulos e vários carregamentos;
• A relação entre a deflexão horizontal e vertical de diferentes seções e os momentos principais de área de cada seção; e,
• O centro de cisalhamento de várias seções assimétricas.

STR8

Estruturas Pivotadas

O sistema é projetado para permitir que os estudantes utilizem peças de aço inox para construir diferentes estruturas pivotadas. As peças se unem através de encaixes nas suas extremidades.

O equipamento possui dois suportes de estruturas: um suporte pivotado e um suporte pivotado com rolamento. Cada peça de aço possui um extensômetro que se conecta a uma ponte de deformação digital. Uma célula de carga carrega a estrutura em vários ângulos.

A célula de carga mede a força aplicada. Um indicador digital de deflexão mede a deflexão e a ponte de deformação digital mostra as deformações nas peças de aço possibilitando o cálculo das forças que atuam em cada peça de aço. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de
experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Estudo da notação de Bow, deformações, tensões, forças e deflexões em várias estruturas, incluindo treliças e comparação entre diferentes estruturas.

STR9

Arco com Três Articulações

O sistema permite aplicar várias cargas em posições determinadas ao longo da parte superior do arco que por sua vez possui três articulações. Pode-se também aplicar uma carga distribuída uniformemente. O arco possui liberdade de rolamento contra uma célula de carga no lado oposto. A célula de carga é conectada ao mostrador digital de força STR1A para medir e mostrar a reação do apoio.

O equipamento inclui um cabo para conectar a célula de carga ao mostrador digital de força STR1A. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Características de um arco com três articulações;
• Relação entre as cargas aplicadas e a reação horizontal produzida por uma estrutura em arco determinada simples; e,
• Apreciação da estabilidade de apoio e economia.

STR10

Arco com Duas Articulações

O sistema é fixado ao módulo de ensaio de estruturas STR1. Os estudantes utilizam massas sobre suportes de carga para aplicar várias cargas sobre o arco em posições determinadas ao longo do seu comprimento. Uma extremidade do arco é pivotada, e a outra extremidade possui liberdade de rolamento contra uma célula de carga. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais.

Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Demonstração das características de um arco com duas articulações;
• Avaliação da relação entre as cargas aplicadas e a reação horizontal produzida por uma estrutura em arco redundante (em um grau de liberdade); e,
• Comparação do comportamento com a teoria simplificada baseada na secante.

STR11

Arco Fixo

O sistema permite o estudo das características de um arco fixo sob várias características de carregamento. Para carregar o arco, os estudantes utilizam massas sobre suportes de carga para aplicar cargas em posições determinadas ao longo do seu comprimento.

Ambas as extremidades do arco são pivotadas. Em uma extremidade do arco, um braço de momento é apoiado sobre uma célula de carga. Isto mede a reação do momento fixo.

Na outra extremidade, uma célula de carga mede a reação horizontal.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Demonstração das características de um arco fixo;
• Avaliação da relação entre as cargas aplicadas, a reação horizontal e o momento fixo produzido por uma estrutura em arco fixo (redundante em três graus de liberdade); e,
• Comparação do comportamento com a teoria simplificada baseada na secante.

STR12

Flambagem de Estruturas

O sistema permite aos estudantes comprimirem colunas de alumínio usando um mecanismo acionado por parafuso. O equipamento utiliza placas para segurar as estruturas e possibilitar diferentes condições de fixação das extremidades. Uma célula de carga integral conectada ao mostrador digital de força STR1A mostra a carga sobre a estrutura na medida em que ela é comprimida e uma escala de deflexão magnética mostra a flambagem da estrutura. O equipamento inclui um espaço de armazenamento da estrutura e cinco tamanhos diferentes de estruturas de alumínio. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos.

O guia do aluno descreve como usar o equipamento e forneceprocedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Carga de flambagem de Euler;
• Relação entre o comprimento da estrutura e a carga de colapso;
• Relação entre as várias condições de fixação da extremidade e a carga de colapso; e,
• Natureza da deflexão e formas defletidas com várias condições de fixação da extremidade

STR13

Vigas Contínuas e Intermitentes

O sistema permite posicionar uma viga sobre três apoios móveis e medir as reações quando sujeita a cargas. Cada apoio possui uma célula de carga para medir as reações verticais e duas das células de carga possuem suporte em forma de cunha que possibilitam fixar ou deixar mover os apoios. A terceira célula de carga de apoio permite que os estudantes sujeitem a viga (fixação engastada) ou apoiem a viga numa cunha.

O projeto deste equipamento permite que a célula de carga resista ao momento de flexão enquanto mede a reação vertical. Para medir a deflexão a placa de fundo possui um indicador digital que os estudantes movem ao longo da viga. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais.
Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Reações de uma viga simplesmente engastada e com um e dois apoios;
• Reações e momentos de uma viga com um apoio e um suporte flutuante; e,
• Relação entre carga e deflexão para vigas e apoios.

STR14

Barras Circulares e Barras Chatas Curvadas

O sistema possui quatro estruturas diferentes que são montadas na parte frontal do módulo e são aplicadas cargas para análises de deflexão. Dois indicadores digitais de deflexão, montados a 90 graus entre si sobre a placa de fundo, ficam em contato com a estrutura em ensaio e medem a deflexão horizontal e a deflexão vertical. Na medida em que os estudantes carregam a estrutura, eles anotam as deflexões no sentido horizontal e no vertical, investigando assim o comportamento da estrutura sob carregamento.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

 Estudos tecnológicos propostos

Investigação sobre a relação entre carga, deflexão horizontal e deflexão vertical para:

• Uma barra chata curvada;
• Uma barra chata angulada;
• Uma estrutura em semicírculo; e,
• Uma estrutura em quarto de círculo.

STR15

Flexão Plástica em Vigas

O sistema permite que os estudantes fixem uma viga (corpo de prova) na estrutura STR1 e carreguem a viga usando um mecanismo de parafuso e uma célula de carga eletrônica. A célula de carga é conectada a um mostrador digital de força STR1A que mostra a carga na medida em que a viga é deformada e um indicador digital de deflexão de curso longo sobre a placa de fundo mede a deformação do corpo de prova. Os estudantes
aplicam a carga até que a viga atravesse o seu regime plástico.

Eles então comparam o comportamento da viga com previsões teóricas baseadas na teoria de tensão admissível. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais.

Estudos tecnológicos propostos

• Relação entre carga e deflexão para vigas carregadas no regime plástico;
• Introdução ao fator de forma e ao projeto por condição limite; e,
• Relação entre a carga máxima e a formação de deformação plástica para uma viga simplesmente suportada, uma viga engastada e uma viga fixa.

STR16

Flexão Plástica em Portais

O sistema permite que os estudantes fixem um portal (duas vigas verticais com uma viga horizontal na parte superior) na estrutura do equipamento e através de parafusos das células de carga apliquem cargas simples ou combinadas. O mostrador digital de força STR1A mostra a carga horizontal e vertical na medida em que o portal é deformado e dois indicadores digitais de deflexão de curso medem a deformação do portal até que ele
atinja completamente seu regime plástico de deformação.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Relação entre carga e deflexão para portais carregados no regime plástico;
• Introdução ao projeto por condição limite;
• Relação entre a carga máxima e a formação de deformação plástica para portais carregados verticalmente pelo centro, horizontalmente por um canto e igualmente por ambas as posições; e,
• Interação entre carregamento horizontal e vertical em termos da posição da deformação plástica e do modo de colapso.

STR17

Flexão Plástica em Vigas

O sistema permite aos estudantes montar o módulo de ensaio com dois suportes que fixam o topo e a base de um lado da estrutura. O suporte superior permite a pivotação, e o suporte inferior permite a pivotação e o rolamento. Inicialmente, um dos membros é retirado da estrutura, tornando-a determinada.

Para tornar a estrutura indeterminada, os estudantes recolocam o membro faltante. os estudantes aplicam manualmente uma carga em uma extremidade da estrutura determinada usando um parafuso e uma célula de carga eletrônica.

Cada membro da estrutura possui extensômetros montados que se conectam a uma ponte de deformação digital que mostra a deformação do membro. Um indicador digital de deflexão mede o deslocamento da estrutura. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais.
Ideal para demonstrações em sala de aula, para estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

Estudo de deformações, tensões, forças e deflexões em:

• Uma estrutura estaticamente determinada; e,
• Uma estrutura estaticamente indeterminada.

STR18

Flexão Plástica em Portais

O sistema consiste em duas estruturas retangulares em forma de portal com as mesmas dimensões. Entretanto, uma das estruturas possui um segundo momento de área constante, enquanto a outra possui uma perna com um segundo momento de área menor.

Os estudantes fixam cada perna de uma das estruturas em forma de portal a suportes fixados na estrutura de ensaio e carregam a parte superior da estrutura usando massas posicionadas em um suporte próprio. Um indicador digital de deflexão mede o deslocamento na parte superior do portal. Os resultados dos momentos e das reações são utilizados para gerar gráficos de momento de flexão, direção do deslocamento (e as suas causas) e comparação com cálculos teóricos. O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em
pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

Estudo e comparação de cargas, reações horizontais, momentos e forças de cisalhamento e Sway em:

• Portal retangular com seção uniforme; e,
• Portal retangular com seção não uniforme.

STR19

Ponte Suspensa

Este sistema permite que os estudantes utilizem pesos para aplicar carga em uma estrutura rígida suspensa por um cabo que passa por polias e tem uma de suas extremidades fixada na estrutura e a outra extremidade se conectando a uma célula de carga que mede a tensão no cabo.

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Demonstrar as características de uma ponte suspensa e observar sua estabilidade; e,
• Examinar as relações entre as cargas aplicadas e a tensão no cabo em suspensão e seu comportamento em diversas condições de esforço.

STR20

Momento Fletor de Portal

O aparato permite estudar o momento fletor e o balanço em estrutura de portal onde os estudantes utilizam pesos para aplicar várias cargas ao portal, composto por duas vigas verticais e uma horizontal onde se encontram dezesseis medidores de deformação (Strain Gauge).

O guia do professor fornece detalhes do equipamento, incluindo exemplos de resultados de experimentos. O guia do aluno descreve como usar o equipamento e fornece procedimentos experimentais. Ideal para demonstrações em sala de aula, ou estudantes trabalhando em pares ou pequenos grupos.

Estudos tecnológicos propostos

• Uso da medida de deformação para encontrar o momento fletor;
• Momento fletor e balanço para carga vertical e horizontal;
• Momento fletor para momento interno e externo sobre viga vertical; e,
• Comparação entre estrutura ideal e não ideal.

STRS

Software de Estruturas

Este software incluso no STR2000 ou fornecido separadamente, permite simular todos os dezenove (19) experimentos da área de análise estruturais (STR2 a STR20) e ampliar as possibilidades de estudos acrescentando modelos e quantidades de suportes, materiais alternativos e tipos cargas e estruturas diferentes.

Os dados obtidos são visualizados, tabulados e os resultados são imediatamente apresentados graficamente reduzindo gasto e facilitando a compreensão por parte dos estudantes.

Estudos tecnológicos propostos

• Momento Fletor em uma Viga;
• Força de Cisalhamento em uma Viga;
• Deflexão de Vigas Apoiadas e em Balanço;
• Flexão em uma Viga;
• Torção de Seções Circulares;
• Flexão não Simétrica e Centro de Cisalhamento;
• Estruturas Pivotadas;
• Arco com Três Articulações;
• Arco com Duas Articulações;
• Arco Fixo;
• Flambagem de Estruturas;
• Vigas Contínuas e Intermitentes;
• Barras Circulares e Barras Chatas Curvadas;
• Flexão Plástica em Vigas;
• Flexão Plástica em Portais.
• Treliças Redundantes;
• Deflexões e Reações em Estruturas;
• Ponte Suspensa; e,
• Momento Fletor de Portal.

Benefícios

• Software de ensino de estruturas de alta qualidade para estudantes de engenharia mecânica, civil e estrutural;
• Simula com precisão todos os 19 experimentos da gama de estruturas da TecQuipment;
• Inclui guias do usuário com experimentos sugeridos e respostas típicas;
• Fornece experimentos virtuais que ultrapassam os limites da experiência do hardware;
• Software intuitivo;
• Opções de usuário único e em rede; e,
• Ideal para os experimentos de estruturas da TecQuipment.